Secretaria de
Infraestrutura e Recursos Hídricos
GOVERNO DO ESTADO DO PERNAMBUCO

Notícias

Notícias

Governo de Pernambuco inicia obras no Aeroporto de Araripina

Equipamento receberá os serviços de restauração do pavimento e sinalização horizontal. Ação para o crescimento da aviação regional possui investimento de R$ 2,8 milhões

Pernambuco avança mais uma etapa para o fortalecimento da aviação regional no Estado. Na tarde desta quarta-feira (14.07), o governador Paulo Câmara autorizou o início das obras de reestruturação do Aeroporto de Araripina, no Sertão do Araripe. A primeira fase dos trabalhos no equipamento inclui a pavimentação e a sinalização horizontal da área de movimento das aeronaves, a implantação de cerca operacional e patrimonial e de placas de segurança, além da construção de faixa circular do indicador de direção de vento do aeródromo. A iniciativa para atrair voos comerciais para o Araripe conta com o investimento de R$ 2.886.000,00 e deve ser concluída em dois meses.

O começo dos serviços no equipamento foi divulgado durante reunião virtual com a presença da secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, e da executiva de Transportes, Conceição Lafaiete. Também estiveram presentes
o prefeito Raimundo Pimentel, o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lucas Ramos; o de Turismo, Rodrigo Novaes; os deputados federais Fernando Monteiro e Tadeu Alencar; os deputados estaduais Roberta Arraes, Antonio Fernando e Doriel Barros; e gestores de municípios vizinhos. 

paulo
Paralelo a essa ação, foi discutido, ainda, o desenvolvimento do projeto do novo terminal de passageiros do aeroporto. “Enquanto a intervenção definitiva não é realizada, já estamos trabalhando para atender provisoriamente a potencial demanda da operação aérea na localidade com a implantação de um terminal modular desmontável feito de containers. Essa iniciativa contará com aporte em torno de R$ 450 mil. A nossa estimativa é que os serviços para a requalificação total do Aeroporto de Araripina necessitem de investimentos no valor de R$ 5 milhões”, explica a titular da pasta.

Dentro das iniciativas para o crescimento do transporte aéreo regional, o Estado vem atuando para aumentar a capacidade logística dos terminais Oscar Laranjeira, em Caruaru, e o Santa Magalhães, em Serra Talhada, que já operam com voos comerciais regulares desde novembro de 2020. Além disso, com recurso de R$ 2.579.999,9, foi assinado o contrato para a restauração do pavimento, do sistema de pistas e a sinalização da área de movimento do Aeroporto de Garanhuns, e com o aporte de R$ 609.039,62 contratada a empresa para executar os serviços de reforma predial do terminal de passageiros e sinalização vertical de segurança do aeródromo, com previsão de início neste segundo semestre.

1f434c2e c74a 4d41 8f7b 811ac61cf781
De dezembro de 2020 até junho deste ano, as bases de Caruaru e Serra Talhada receberam, respectivamente, 282 e 242 voos. Nesse período, embarcaram na Capital do Agreste 1.271 pessoas e desembarcaram 954. Já na cidade sertaneja, foi registrado 1.749 passageiros decolando e outros 1.676 aterrizando.

A secretária Fernandha Batista explica que o fluxo existente nos terminais de Caruaru e Serra Talhada aponta para a demanda crescente do uso do transporte aéreo regional. “Nesses primeiros seis meses de operação nas duas bases é possível perceber a necessidade desse tipo de modal para conectar o Agreste e o Sertão com a capital pernambucana e todo o país. Caruaru é hoje o segundo polo têxtil mais rentável do país, ficando atrás apenas de São Paulo. O município se destaca ainda como polo médico-hospitalar, acadêmico, cultural e turístico do Agreste Meridional. Já Serra Talhada, no meio do Estado, é a maior cidade do Pajeú com a economia baseada na prestação de serviços, indústrias e agropecuária”, destaca a gestora.

Caruaru –
Em junho, o Estado anunciou a licitação para contratação da empresa que ficará a cargo da elaboração do projeto para expansão da infraestrutura do aeroporto Oscar Laranjeira com investimento de R$ 1.071.076,71. As obras devem acontecer após a conclusão dessa etapa e com recursos estimados na ordem de R$ 20 milhões. Além disso, outras iniciativas estão em andamento para essa finalidade. Entre elas, a instalação da estação meteorológica e de superfície automática (EMS-A), adquirido com apoio de emenda parlamentar, e previsto para ser instalado pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) neste segundo semestre; e a implantação do novo balizamento noturno com fonte de energia solar, que também está sendo tratado com o órgão federal, por meio de convênio, possuindo a previsão de recurso de R$ 2,5 milhões. E, ainda, aquisição de equipamentos para melhoria da segurança da operação do aeroporto como raio-x, pórtico e esteiro para bagagem; implantação de concertina no muro e a revitalização da sinalização horizontal.

Caminhos de Pernambuco –
O programa foi lançado em maio de 2019 e é considerado o maior de reestruturação da malha viária lançado no Estado. O foco de atuação contempla a elaboração de projetos de engenharia; as ações rotineiras de manutenção corretiva e preventiva; obras de reconstrução asfáltica; e recuperação de pontes e viadutos. Atualmente, as intervenções de reconstrução viária somam investimentos R$ 409 milhões, sendo R$ 79 milhões em ações já concluídas, que correspondem a 79 quilômetros; e R$ 330 milhões para obras em andamento em 329 quilômetros de estradas, gerando mais de 800 empregos diretos em todas as regiões. No momento, está em licitação o montante de R$ 200 milhões para reestruturação de diversas vias e R$ 640 milhões investidos na realização de projeto para a reconstrução da malha viária.